sábado, 9 de julho de 2011

sonho

Essa noite eu tive um sonho
em que tudo se chamava p o e s i a.
O cantar das aves ao arrebol – e eu risonho
admirava o louvar do fim do dia.

O tempo passou nesse meu sonho...
no campo celeste a estrela D`alva já brilhava
Farfalhava a laranjeira um inseto bisonho,
não existia medo e a mim tudo encantava.

Por que passou divino sonho
deixando saudades no meu coração,
suscitando meu mais pulcro sentimento?

A alegria morre quando esvaece o sonho,
o que existe depois é só dor e solidão
pois foi sonho o que passou, um só momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sonhos esfumacados

sonhos esfumacados